quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Genoma Colorado se preocupa em formar cidadãos e atletas


O sonho de muitas crianças e jovens hoje em dia é ser jogador de futebol. Porém, para formar um atleta profissional de qualquer modalidade esportiva de projeção, é importante formar cidadãos. 

De acordo com o Prof. Chiquinho, coordenador do Genoma Colorado, a maior preocupação antes de formar atleta, é formar cidadãos. “Aqui a gente se preocupa em formar uma pessoa de bem, cidadãos. Procuramos passar diversos princípios de educação, respeito e ética e mostrar que o respeito e humildade estão acima de tudo.

O núcleo do Internacional de Porto Alegre está em Diamantino há 4 anos, conhecido como Genoma Colorado, a escolinha passou a ser centro de formação de atleta.

“Nesses 4 anos os resultados estão começando a aparecer, tenho sete garotos que já estão treinando no CT do clube, dois já estão jogando no Internacional e outros dois estão indo para uma temporada de testes no Santos”, comemora o professor. 

Hoje o centro possui mais de 80 jovens em treinamento e Chiquinho espera, cada vez mais, revelar atletas e formar pessoas de bem. Para o próximo ano, Chiquinho espera levar mais seis crianças para fazer testes em Porto Alegre, no Internacional.

Fonte: Redação / O Divisor
Foto: O Divisor

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário